Ads Top

5 coisas bizarras que as pessoas já fizeram enquanto dormiam

Conheça as histórias de pessoas que fizeram coisas absurdas durante o sono. 

1 - Escalar um guindaste


Durante um chamado de resgate, a polícia de Londres tomou conhecimento de uma possível tentativa de suicídio de uma pessoa que estava sobre um guindaste a cerca de 40m de altura. Quando um bombeiro conseguiu escalar a máquina e chegar até o topo, encontrou uma garota de 15 anos que, para sua surpresa, estava dormindo. Para não assustá-la e fazê-la cair, o bombeiro mexeu nos pertences da jovem e encontrou seu celular, entrando em contato com os pais dela, que retornaram a ligação para que ela ouvisse o telefone e acordasse. Depois de duas horas e meia em cima do guindaste, a garota foi levada até o solo com a ajuda de um elevador hidráulico. De acordo com os pais dela, a menina já tinha um longo histórico de sonambulismo. 

2 - Pular de uma janela 


Em 2007, um adolescente alemão se jogou da janela do quarto andar de um prédio enquanto dormia. Quando testemunhas correram até o corpo do jovem, o encontraram com um braço e uma perna quebrados, mas ainda dormindo pacificamente, como se nada estivesse acontecendo. Segundo a polícia local, o jovem de 17 anos escalou a janela e se jogou sem efeitos de álcool ou drogas, motivado somente por pensamentos que teve durante o sono. 

3 - Desenhar 


Lee Hadwin é conhecido como “O artista que dorme” e, desde os 4 anos de idade, começou a desenhar e pintar enquanto estava dormindo, sem falar que não se lembra de nada. 

4 - Matar alguém 


O sonambulista homicida existe e acontece quando uma pessoa mata alguém enquanto está dormindo, o conhecido sonâmbulo – quando durante o sono a pessoa se levanta, anda e fala. O caso mais conhecido foi de Kenneth Parks, em 1087. Ele tentou matar o sogro e a sogra no dia anterior a um evento familiar. Ele acabou sendo absolvido, pois conseguiu comprovar que era sonâmbulo. 

5 - Fazer sexo com estranhos 


Na Austrália, uma mulher de meia idade tinha um estranho hábito. Ela levantava no meio da noite, encontrava estranhos e fazia sexo com vários deles. Depois de meses de camisinhas usadas encontradas pelo marido dela, incluindo uma noite em que ele pegou a mulher no flagra com um estranho, eles decidiram buscar ajuda médica. A princípio os médicos acreditaram que as histórias poderiam ser falsas, utilizadas como desculpas para traição da mulher, mas análises detalhadas mostraram que o caso era real. A condição é conhecida como sexomnia e é causada por uma desordem de comportamento durante o estádio de sono profundo, REM. A parte da mente que deveria impedir o movimento durante o sono não é ativada e as atividades se tornam reais.

comentário(s) pelo facebook:

Blogcavazoni. Powered by Blogger.